O clube do trilhão quer investir em startups

Se depender do BR Angels Smart Network, associação brasileira formada por investidores-anjo, não vai faltar dinheiro para financiar jovens empresas pelo País. O grupo acaba de trazer 100 novos associados. Assim, a meta de fechar o ano com investimentos de R$ 45 milhões em startups será atingida, segundo o CEO Orlando Cintra. “Com este novo grupo, o BR Angels vai chegar a 150 associados, que seguirão selecionando e fazendo aportes em negócios de diversos segmentos”, afirmou.

Atualmente, 70% dos associados são CEOs, sócios-fundadores ou membros do conselho de grandes companhias que, juntas, somam mais de R$ 1 trilhão em valor de mercado. Entre eles estão nomes como o de Renato Franklin (CEO da Movida), Marcelo Munerato (Aon América Latina), Bruno Serapião (Hidrovias do Brasil), Felipe Cavalieri (BMC-Hyundai), Monica Herrero (Stefanini), Claudio Raupp (HP) e Vittorio Danesi (Simpress).

“Mais do que apoio financeiro, são empresários e executivos de alto escalão que irão oferecer smart capital aos empreendedores, um ativo tão importante quanto o financeiro”, disse Cintra. Entre as empresas que receberam injeção de capital da BR Angels estão Chiligum, Dialog, Home Agent, iRancho, MindMiners, Nvoip e VUXX.

(Nota publicada na edição 1218 da Revista Dinheiro)

Our location

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur elit. Quisque quis quam ipsum

m